Hermeto Pascoal vence categoria de jazz do 19º Grammy Latino, mas premiação novamente minimiza a produção fonográfica do Brasil
17/11/2018 07:56 em Música

Mauro Ferreira

Nem Chico Buarque e tampouco Anitta. O único artista brasileiro premiado em categorias gerais do 19º Grammy Latino foi Hermeto Pascoal, vencedor na categoria Melhor álbum de jazz latino por conta do disco Natureza universal (2017), gravado e assinado pelo instrumentismo alagoano com big band.

Na cerimônia de entrega dos prêmios realizada ontem, 15 de novembro, no MGM Grand Garden, em Las Vegas (EUA), a Academia Latina de Gravação mais uma vez minimizou a produção fonográfica do Brasil nas categorias realmente importantes.

Nem as conexões de Anitta com astros do mercado musical de língua hispânica – foco primordial do Grammy Latino – fizeram com que a artista brasileira levasse o prêmio de Melhor canção urbana pela gravação de Downtown (José Balvin, Alejandro Ramírez, Justin Quiles, Anitta, 2017). Ou se sagrasse vencedora na categoria Melhor fusão / Interpretação urbana pela gravação de Sua cara (Anitta, Thomas Pentz, Boaz Beatz, Pablo Bispo, Jefferson Jr., Arthur Marques, Umberto Tavares, Rashid Badloe, Giordano Ashruf, Rodrigo Antunes e Shareef Badloe, 2017).

Chico Buarque tinha cacife para levar o prêmio de Álbum do ano por Caravanas (2017), mas perdeu para Luis Miguel, laureado pelo álbum ¡México por siempre! (2017), bem mais ao gosto dos eleitores da academia.

Isolados do mercado latino pela barreira da língua portuguesa, os artistas brasileiros tiveram que se contentar – mais uma vez – com os prêmios das categorias dedicadas exclusivamente à produção fonográfica nacional.

O que já era previsível. Tanto que, em 19 edições do Grammy Latino, somente um cantor brasileiro foi premiado com o troféu de Álbum do ano ou de Música do ano. No caso, Ivan Lins com o disco Cantando histórias (2004), eleito o Álbum do ano na edição de 2005.

Por isso, Chico Buarque nem se deu ao trabalho de ir à premiação. Se Anitta foi e atuou como uma das apresentadoras da cerimônia, é porque a artista investe na consolidação da imagem nesse mercado de língua hispânica.

A marca Grammy é indiscutivelmente forte e ainda ecoa em todo o universo pop. Mas, por mais força que a marca tenha, uma vitória no Grammy Latino nas categorias exclusivamente brasileiras serve somente para inflar os egos dos vencedores, jamais alternando o status de um artista no mercado.

 

Dito isso, eis os brasileiros que levaram troféus de melhores álbuns nas categorias nacionais:

♪ MELHOR ÁLBUM DE POP CONTEMPORÂNEO EM LÍNGUA PORTUGUESA: Noturno, de Anaadi

♪ MELHOR ÁLBUM DE ROCK OU DE MÚSICA ALTERNATIVA EM LÍNGUA: PORTUGUESA: Lenine em trânsito, de Lenine

♪ MELHOR ÁLBUM DE SAMBA/PAGODE: Amor e música, de Maria Rita

♪ MELHOR ÁLBUM DE MÚSICA POPULAR BRASILEIRA: Caravanas, de Chico Buarque

♪ MELHOR ÁLBUM DE MÚSICA SERTANEJA: Elas em evidência, Chitãozinho & Xororó

♪ MELHOR ÁLBUM DE MÚSICA DE RAÍZES EM LÍNGUA PORTUGUESA: +AR, de Almir Sater & Renato Teixeira

♪ MELHOR ÁLBUM CRISTÃO EM PORTUGUÊS: Som da minha vida, de Fernanda Brum

 

Portal G1

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!