John Lennon (Foto: reprodução GloboNews)

Polícia alemã prende suspeito de tentar vender objetos que foram de John Lennon

Agencia EFE

O Ministério Público de Berlim informou, nesta segunda-feira (20), que prendeu em Berlim um homem suspeito de tentar comercializar "valiosos" objetos pessoais que pertenceram a John Lennon.
Os itens, que estavam sob posse da artista Yoko Ono, viúva do ex-Beatle, foram roubados em 2006, em Nova York, nos Estados Unidos.

Em comunicado divulgado pela polícia e pela procuradoria, o porta-voz do Ministério Público de Berlim, Martin Steltner, explicou que os objetos, entre os quais há óculos de Lennon e vários diários escritos pelo músico britânico, foram detectados em Berlim em 2014 e confiscados. A detenção do suspeito, entretando, ainda não havia ocorrido.

O homem, de 58 anos, é investigado por fraude e receptação. Além disso, há um segundo suspeito que se encontra na Turquia e não pode ser detido por enquanto, acrescentou Steltner.
O porta-voz disse ainda que a investigação continua em curso, razão pela qual os objetos confiscados prossegem em poder das autoridades de Berlim.

G1
https://g1.globo.com/pop-arte/musica/noticia/policia-alema-prende-suspeito-de-tentar-vender-objetos-que-foram-de-john-lennon.ghtml

Outras Notícias

Skank promove álbum 'Os três primeiros' com música inédita de Samuel Rosa

Mauro FerreiraNo vindouro álbum ao vivo Os três primeiros, o Skank rebobina os repertórios dos álbuns Skank (1992), C...

Janet Jackson e Cardi B estão entre as atrações do Global Citizen, em Nova York

France PresseA lenda pop Janet Jackson e a estrela do rap em ascensão Cardi B vão liderar o festival Global Citizen, ...

Rolling Stones escolhem canções de seus ídolos do blues em nova coletânea

Agencia EFEOs Rolling Stones fizeram uma seleção das suas músicas de blues favoritas para o álbum "Confessin' The Blu...

Legião Urbana resiste com Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá pela força do repertório e de Renato Russo

Mauro FerreiraBanda que mais personificou o fervor do rock no Brasil dos anos 1980 e 1990, a Legião Urbana está enrai...