Ilustração do grupo Los Hermanos (Foto: Divulgação)

Gravação de show em estádio carioca é prova da valentia do grupo Los Hermanos

Mauro Ferreira

Os caras são valentes. Marcelo Camelo, Rodrigo Amarante, Bruno Medina e Rodrigo Barba planejam mais uma volta à cena do grupo Los Hermanos neste ano de 2018. O retorno glorioso de quem nunca foi de fato inclui gravação ao vivo de show que será feito, em data ainda não divulgada, no estádio carioca conhecido como Maracanã. Somente o fato de o grupo agendar show em estádio que pode comportar de 50 mil a 90 mil pessoas – a média de público em shows de artistas brasileiros é de cerca de 50 mil espectadores – é prova dessa valentia.

É óbvio que o séquito fervoroso do quarteto formado em 1997 na cidade do Rio de Janeiro (RJ) vai lotar o Maracanã para testemunhar o novo retorno aos palcos do grupo, desde 2007 em recesso quebrado somente por periódicas reuniões para a realização de turnês nacionais como as de 2012 e 2015. Turnês que – já virou regra – geram registros audiovisuais dos shows, tanto para perpetuar cada volta como para aumentar a rentabilidade dela.

Seja como for, um cantor ou grupo somente se apresenta sozinho no Maracanã se for muito popular e se já não depender de hits nas paradas para levar público a um megashow. A dupla Sandy & Junior e a cantora Ivete Sangalo já fizeram shows no estádio. Em 2018, o Los Hermanos vai se juntar a um time reduzido da música brasileira. Uma proeza para um grupo que lançou o último álbum de estúdio em 2005, ou seja, um grupo que está há 13 anos vivendo somente das glórias e do repertório do passado. Os caras são mesmo valentes.

G1
https://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/post/gravacao-de-show-em-estadio-carioca-e-prova-da-valentia-do-grupo-los-hermanos.ghtml

Outras Notícias

Samba de Milton Nascimento e Fernando Brant de 1970 ainda traduz 'país do futebol'

Mauro FerreiraEm 1970, ano em que o Brasil se sagrou tricampeão na Copa do Mundo disputada no México, Milton Nascimen...

Gal Costa vislumbra o tempo liso e estilhaçado de Gilberto Gil em canção do álbum 'A pele do futuro'

Mauro FerreiraA pele do futuro é o título do 40º álbum da discografia de Gal Costa. O nome do álbum – cuja previsão d...

Novo lançamento na acesita FM destaca o pop da Banda Hemera.

A banda Hemera estréia novo single na programação acesita FM. "Quebrando os elos" se destaca com um bem aplicado riff...

D. J. Fontana, baterista de Elvis Presley, morre aos 87 anos

O músico americano D. J. Fontana, que foi baterista de Elvis Presley, morreu aos 87 anos nesta quarta-feira (13), inf...