Crédito da imagem: Foto de reprodução - G1.

'Construção', álbum que expôs evolução poética de Chico, é relançado em LP

Mauro Ferreira


É erro recorrente creditar ao repertório do álbum Construção (Philips, 1971) a tomada de posição política de Chico Buarque. Em 1965, um ano após ter começado a construir obra monumental, o compositor carioca já apresentou músicas feitas com letras pautadas por forte consciência social, casos dos sambas Pedro pedreiro (1965), Malandro quando morre (1965) e Tamandaré (1965).

O que Construção – álbum relançado no formato de LP neste mês de maio de 2018 dentro da série Clássicos em vinil, da Polysom – marcou na obra de Chico foi uma evolução poética na arquitetura das letras e uma maior ousadia estilística por conta dos arranjos do maestro Rogério Duprat (1932 – 2006) e de Antônio José Waghabi Filho (1943 – 2012), o Magro do grupo MPB4.

A evolução poética é perceptível sobretudo na engenhosidade métrica da música-título e na sequência dos versos de Deus lhe pague, entre outras letras. Além de ter marcado mais uma vez a posição de Chico Buarque, Construção foi o disco em que a contundência passou a ocupar maior espaço no cancioneiro do artista no lugar do lirismo que pautou parte da obra do compositor nos anos 1960.

Primeiro álbum inteiramente gravado por Chico no Brasil após a volta do autoexílio na Itália, em 20 de abril de 1970, Construção foi o segundo álbum feito pelo cantor na Philips, gravadora multinacional com a qual Chico assinou contrato em 1970 após passagem inicial pela brasileira RGE. O primeiro álbum do artista na companhia, lançado em 1970, ainda teve as vozes do cantor captadas em estúdio de Roma.

Uma das obras-primas da discografia de Chico Buarque, por conta do repertório irretocável que apresentou músicas como Valsinha (parceria do compositor com Vinicius de Moraes) e o samba Cotidiano, o álbum Construção volta ao formato de LP com o encarte da edição original de 1971 e com áudio remasterizado para vinil.


Portal G1

Outras Notícias

Guitarrista expõe princípios e influências do jazz em DVD de tom pedagógico

Mauro Ferreira"Se você precisa perguntar o que é jazz, você nunca saberá".A frase lapidar atribuída ao cantor e tromp...

Toquinho resume 50 anos de carreira em DVD com show feito com adesão de Tiê

Mauro FerreiraA rigor, Toquinho já está em cena há 54 anos, pois foi como violonista que estreou no palco, em 1964, a...

Chico Amaral, letrista de hits do Skank, se apresenta com parceiros como Ed Motta

Mauro FerreiraPara quem liga o nome de Chico Amaral à (letra de) música, a associação imediata do compositor mineiro ...

Filho de Tina Turner é encontrado morto, diz site

RedaçãoCraig Raymond Turner, filho mais velho da cantora Tina Turner, foi encontrado morto nesta terça-feira (3), em ...